08 de maio de 2017

Palestra Gaming, realizada pela Wise Up totalmente em inglês, aborda uso de videogames além do entretenimento

Na última sexta-feira (05), jovens e adultos puderam debater durante a palestra “Gaming”, realizada pela Wise Up e apresentada totalmente em inglês, um assunto que por muito tempo foi considerado “coisa de criança”: os jogos eletrônicos.
Ministrada pelo psicólogo Antonio Gurgel Neto, a palestra abordou o uso de videogames em atividades que vão além da diversão, como em terapias para casos de ansiedade e depressão. “Provavelmente todo mundo conhece alguém que já teve uma crise depressiva ou de ansiedade“, afirma Antonio ao explicar que estas são duas condições comuns nos dias atuais.

O psicólogo segue explicando que os jogos podem ser grandes aliados no tratamento desse tipo de transtorno por colocarem os pacientes em um estado de imersão. “Os jogos são uma oportunidade de entrar no que chamamos de ‘flow state’, que é um momento onde o indivíduo está totalmente imerso em uma atividade que está realizando. Nesse momento o paciente atinge o seu melhor desempenho. Por isso, quando bem utilizados, os jogos podem funcionar como uma válvula de escape”, destaca.
Para a participante Yasmin Karoline, de 21 anos, o tema é interessante por abrir um diálogo sobre a importância da terapia. “É muito bacana entender o papel da Psicologia na construção dos games e como isso pode ser utilizado de forma terapêutica, principalmente com o público mais jovem”, aponta.

A estudante também destaca como interessante o fato de a palestra ser apresentada toda em inglês. “Nada melhor do que a prática para entusiastas e que queiram aprender a língua ou exercitar suas habilidades e conhecimento do idioma”, conta.

Segundo o coordenador da Wise Up Porto Velho, Olavo da Mata, atividades como a palestra são importantes por permitirem aos presentes praticar a participação em eventos internacionais. “Nossa ideia é trazer para o público temas variados em inglês, para que os participantes consigam praticar o idioma e avaliar o seu desempenho ao participar de eventos em outro país”, afirma.

Assessoria de Comunicação

Compartilhe